Notícia

REUNIÃO MENSAL

quinta, 07 de novembro de 2019
Cacispar debate Estrada-Parque, Substituição Tributária, vantagens do BRDE e mais policiamento

Da assessoria/Cacispar*

A 8ª reunião ordinária da Cacispar em 2019 teve a participação de Thais Grandi, consultora do BRDE, Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul na segunda-feira, 4 de novembro, em Francisco Beltrão. Entre os objetivos da vinda de Thais foi apresentar as principais linhas de crédito para o empresário expandir seu negócio e gerar mais emprego e renda. “Apresentamos soluções de financiamento que o BRDE disponibiliza para as empresas. Há também uma parceria com as associações empresariais da região de cooperação técnica que beneficia as empresas indicadas pelas associações com redução de tarifas e celeridade no processo de análise dos financiamentos”, disse Thais.

 

Segundo a consultora, as principais vantagens são o crédito de longo prazo e taxas subsidiadas. “Temos recebido muitas solicitações do Sudoeste”. Outra sugestão apresentada pela consultora é que qualquer associação empresarial da região pode tornar-se uma correspondente do BRDE ou até mesmo trabalhar com a indicação de empresários interessados nas referidas linhas, o que concede ao mesmo um desconto de até 20% nas tarifas quando indicado pela ACE. A entidade que optar por trabalhar com acesso ao crédito como um serviço ou produto para o seu associado, poderá buscar compor com o microcrédito (até R$ 20 mil), Fomento Paraná e BRDE (acima de R$ 150 mil). O edital será aberto em dezembro. Mais informações na Cacispar pelo fone 3524-8052.

 

Estrada-Parque volta à pauta

O empresário Luis Fernando Luersen, vice-presidente da Cacispar para Assuntos de Empreendedorismo, está à frente de uns dos projetos para a reabertura da Estrada-Parque Caminho do Colono. Conforme Luis, o projeto tramita no Senado e foi aprovado na Comissão de Infraestrutura. A próxima etapa é a possível aprovação na Comissão de Meio Ambiente e posteriormente na Comissão de Desenvolvimento. Em apoio a reabertura foi solicitado aos presidentes de ACEs que auxiliem nesta demanda a qual será imprescindível para o desenvolvimento regional. “Estamos constantemente nos mantendo informados sobre esse processo, é algo que interessa muito à região se tivermos a reabertura dessa estrada. Salientamos que a Cacispar apoia a reabertura”, afirma Carlos Manfroi, presidente da Cacispar.

 

Pensando em 2020

Dia 23 de janeiro, a Cacispar inicia a “Capacitação para executivos: gestão & liderança empreendedora dentro das associações empresariais”. A coordenadoria viabilizará um treinamento de alto impacto que contribuirá para o desenvolvimento do corpo executivo e o fortalecimento do exercício do seu papel. O foco será em atividades cotidianas que permitem aos participantes relacionar e aplicar os conteúdos abordados no seu dia a dia de trabalho. A capacitação contempla 7 módulos de 8 horas/aula cada módulo. “É um projeto encampado pela entidade para que o movimento associativista aconteça na prática e com estratégias. Pois são os executivos que trabalham com a parte operacional”, lembra Manfroi.

 

Premiação rede de benefícios

A campanha teve por finalidade premiar as associações comerciais que se destacaram na disponibilização dos benefícios da rede de benefícios Faciap, compreendendo o período de janeiro de 2018 à dezembro de 2018, bem como a premiação dos profissionais indicados pelas associações que desempenharam suas atividades. A Cacispar foi premiada em três das cinco categorias:

Certificação Digital:

1º - Acei - Associação Comercial e Empresarial de Itapejara d’Oeste - melhor vendedora Solange Bolzanel

 

Promoaqui:

1º - Acesjo - Associação Comercial e Empresarial de São Jorge d’ Oeste -

melhor vendedora Liriana Boncoski

2º - Acei - Associação Comercial e Empresarial de Itapejara d’Oeste

 

Excelência em associativismo:

1º - Aciem - Associação Comercial e Industrial de Enéas Marques

 

Substituição Tributária

A Faciap, Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Paraná, pretende articular mais uma ação junto ao Governo do Estado para solicitar a retirada de itens do regime de Substituição Tributária (ST), além dos 60 mil itens do setor de alimentos anunciados pelo governador Ratinho Junior em setembro deste ano. “Precisamos consultar nossa base acerca de quais outros itens devem sair da Substituição, por isso contamos com o auxílio de vocês, presidentes de associações, para transmitirem essa mensagem aos seus associados, para que os mesmos consultem os referidos itens que gostariam de retirar deste regime. Vamos lutar juntos com a nossa Federação por essa causa”, conclama Manfroi.

 

O que é a Substituição Tributária?

Como é difícil fiscalizar todas as lojas de varejo, a Substituição Tributária permite que o imposto seja recolhido na fonte, na produção. Como existem menos indústrias do que lojas, isso facilita a fiscalização, abrevia o recolhimento e, consequentemente, antecipa o caixa. No regime de ST, as indústrias ou os atacadistas são eleitos responsáveis pelo ICMS devido em toda a cadeia econômica, até a venda ao consumidor final. O imposto é recolhido antecipadamente, com base em um valor presumido de venda. A ST é considerada uma técnica de recolhimento eficiente, que facilita a fiscalização, simplifica o recolhimento e diminui a sonegação fiscal. A arrecadação fica concentrada em grandes contribuintes.

 

Mais policiamento

Ao fim da reunião, entre os assuntos diversos, o tema segurança foi levantado pelo presidente da Associação Empresarial de Realeza (Aciar), Paulo Sérgio Bueno. Ele solicitou para que todos os municípios que pertencem ao 21º batalhão de Polícia Militar se mobilizem para realizar um movimento reivindicando reforço no policiamento na região, visto que em diversas cidades há apenas um policial para realizar o trabalho noturno. Manfroi sugere formar uma comissão para redigir um documento formal com as demandas e necessidades sobre o assunto para levar à conhecimento da Amsop, Assembleia Legislativa e Casa Civil, pois entende-se que é uma necessidade de âmbito regional.

 

Expovizinhos

Também teve reforço no convite à população prestigiar a Expovizinhos, que acontece entre os dias 27 de novembro a 1º de dezembro, em Dois Vizinhos.

 

SGC

Jair dos Santos, presidente do conselho superior da Cacispar, sugeriu para que junto das lideranças municipais, as ACEs solicitem um aporte de recursos pelo poder público para com a Sociedade Garantidora de Crédito (Garantisudoeste), pois é uma excelente forma de conseguir subsídios para o desenvolvimento regional.

 

Confraternização

E no dia 30 de novembro, sábado, a partir das 10h, acontece a confraternização de fim de ano da Cacispar no Thermas Águas do Verê. É o momento de comemorar um ano de conquistas e compartilhar as expectativas para o futuro.

*Com informações de Ana Maria Bordin/Cacispar

Fonte: Da assessoria/Cacispar